DIGITAL MARKETING AGENCY

10 dicas para criar conteúdo para redes sociais

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
10 dicas para criar conteúdo para redes sociais

O conteúdo é um elemento crucial em toda estratégia de mídia digital e social, para atrair o público alvo, gerar confiança, engajamento e posicionar uma marca. Portanto, antes de compartilhar com você e listar as dicas, sugerimos que você

Escolha um dia, hora e lugar para estar relaxado e inspirado.

Criar um calendário detalhado de publicações diárias para cada rede social.

Defina as categorias ou temas que você irá utilizar.
Determinar o melhor momento para postar e a freqüência. Se você está começando a usar o bom senso até obter dados e estatísticas de seu público.

Você não precisa criar todo o conteúdo, você pode curar o conteúdo, ou seja, usar outras fontes para alavancar e compartilhar, colocando sua própria visão nas notícias de outros.

De acordo com o relatório anual O Estado Global do Digital em 2019 criado pela Hootsuite e Nós Somos Sociais, 52% da população mundial utiliza redes sociais. Este enorme público global que utiliza estes canais representa um vasto mercado de oportunidades para qualquer empresa, independentemente do tamanho. Uma oportunidade para criar as estratégias de marketing que permitirão que sua empresa alcance o mundo digital.

No entanto, para que seus esforços de marketing nas mídias sociais compensem, a primeira coisa que você precisa é de uma estratégia. Aqui estão as bases que você precisa considerar ao planejar sua estratégia de marketing.

10 dicas:

1. Lista de tópicos a publicar

Sugerimos que você escreva uma lista tão longa quanto possível (Brainstorm), sobre os tópicos que você considera de grande interesse para as pessoas de sua comunidade social. Tente usar as mesmas categorias ou palavras-chave que você usa em seu blog ou website.

2. Fornecer informações sobre produtos/serviços

Ele fornece informações básicas e úteis sobre o uso de seu produto ou serviço. Crie tutoriais sobre as instruções de uso, as soluções que ele fornece e o passo-a-passo de como fazê-lo..., conteúdo "como fazer" cuidadoso, não como auto-promoção: "tomar 2 pelo preço de 1", "desconto 50%", etc.

3. Compartilhe notícias e novidades de seu mercado

Compartilhe notícias, entrevistas, estatísticas e dados informativos sobre o nicho de mercado no qual você participa, sites de referência de interesse em sua indústria e seu negócio.

4. Usar conteúdo visual

Utilizar preferencialmente formatos visuais 100%, tais como fotos, vídeos e computação gráfica. Usar conteúdo de qualidade nos formatos apropriados para cada rede social. Escreva textos curtos, mas sempre acompanhados de uma imagem ou foto de boa qualidade.

5. Pergunte aos leitores e use Hashtags

Use uma ou duas etiquetas 1TP3 no conteúdo de texto de sua publicação, que é uma palavra-chave de seu assunto. Incentive um senso de participação e diálogo fazendo perguntas interessantes e de senso comum. Não faça muitas perguntas irrisórias (as pessoas que o seguem são inteligentes) e não subestime seus seguidores.

6. Compartilhar conselhos de especialistas

Uma boa idéia em redes sociais é compartilhar segredos industriais ou comerciais. Desta forma, você se posicionará como um especialista e, ao mesmo tempo, estará dando-lhes conteúdos valiosos que os farão voltar ao seu perfil para mais. Crie sessões de consultas anunciando o dia, a hora e quem será responsável por responder às dúvidas.

7. Criar concursos e rifas

Criar ações de marketing baseadas em concursos ou desenhos temáticos, utilizar e tirar proveito de datas e eventos famosos. Você não precisa sortear grandes prêmios, usar seus próprios produtos ou serviços ou uma amostra deles. Esta é uma boa maneira de criar engajamento e, ao mesmo tempo, aumentar a lista de prospectos para seu banco de dados (e-mail marketing).

8. Entreter e inspirar o público

Usando bom humor e compartilhando algumas frases famosas acompanhadas de peças gráficas de qualidade, este recurso gera uma boa aceitação da marca. O que o faz rir ou pensar possivelmente faz as pessoas rir ou pensar e gera empatia. Tente vincular suas publicações de humor ou inspiração ao tema de seu negócio, use-o em um dia específico (por exemplo, às sextas-feiras) e não abuse deste recurso.

Ter muitos seguidores é um bom sinal, mas isso não significa que eles estejam interagindo com sua marca. Afinal, uma comunidade online é formada por pessoas, portanto, gerar conversas sobre sua marca é uma prioridade.

É verdade que a interação nas redes sociais, especialmente no início, pode ser difícil, mas algo está errado se você já tem um certo caminho e percebe que ninguém o escuta.

Se você faz uma pergunta em suas publicações e ninguém responde, é porque você não sabe como gerar conversa com sua comunidade.

Pelo contrário, um indicador inconfundível do sucesso da estratégia de redes sociais é que seus seguidores comentam sobre suas publicações, fazem "I like it", retortem, ou seja, interagem com seu conteúdo. Este será o sinal de que o conteúdo que você lhes oferece realmente lhes interessa.

9. Torne seus negócios e sua equipe conhecidos

Além de compartilhar seus produtos, apresente aqueles que o ajudam todos os dias a levar sua empresa adiante, compartilhe fotos de colaboradores, funcionários e pessoas relacionadas à sua empresa. Compartilhe seus eventos comerciais on-line e off-line. Explique seu diferencial de marketing e informe seus clientes e usuários satisfeitos sobre seus negócios.

10. Variação do conteúdo e algo mais

Sempre que possível, use imagens originais livres de royalties, creative commons, ou subscreva um plano de banco de imagens. Variar o conteúdo como exemplo: fotos e imagens 80%, vídeos 10%, texto e links 10%. Use CTA (chamadas para ação) em seus posts para ajudar seu post a gerar ação e feedback de seus seguidores.

Estratégias de segmentação em redes sociais

Como mencionado acima, para que suas estratégias de marketing atinjam seus objetivos, você precisa ter certeza de que seu conteúdo está alcançando o público certo.

É aqui que entram as estratégias de direcionamento, uma ferramenta vital para que seu conteúdo chegue às pessoas que possam estar mais interessadas em seus serviços ou produtos.

Pessoa Compradora

O primeiro passo é conhecer seu público, e criar um comprador pessoal é uma ótima tática para fazê-lo.

Um personal shopper é um personagem semi-ficcional que representa seu cliente ideal. Para criar este protótipo de cliente e fazer um perfil, é necessário realizar uma análise do público para descobrir padrões na demografia e nos interesses de seus clientes.

Usar ferramentas de análise de redes sociais para extrair os dados necessários para criar esses perfis. Plataformas como Facebook, Instagram e Twitter, entre outras, oferecem um relatório gratuito com informações valiosas sobre as pessoas que interagem com sua marca on-line, mesmo que ainda não sejam seus clientes.

Pensar no comprador pessoal como um cliente real o ajudará a tomar decisões informadas ao elaborar o conteúdo certo para os consumidores certos.

Por exemplo, a Netflix é uma empresa global que tem como alvo uma faixa etária muito ampla. Em sua plataforma, você pode encontrar conteúdos que visam todos os tipos de nichos, desde desenhos animados infantis, a documentários sobre o planeta Terra, a dramas e novelas internacionais premiados, a muitos, muitos outros. No entanto, seu conteúdo de mídia social, particularmente sobre a Instagram, tem um claro foco no público jovem.

Coincidência? Embora não conheçamos os segredos de marketing deste gigante do streaming, esta provavelmente não é uma decisão aleatória e muito provavelmente é o resultado de uma pesquisa de mercado onde eles extraíram a demografia e os interesses de seus seguidores na Instagram e perceberam a faixa etária e os padrões de comportamento de seus seguidores.

10 dicas para criar conteúdo para redes sociais

Ser um líder no meu mercado?

Uma vez definidos seus objetivos, estes serão um guia para saber que tipo de conteúdo você precisa fornecer ao seu público, em que formato e quais são as melhores práticas para sua marca ao investir em anúncios. Os anúncios do Facebook são uma ótima ferramenta para simplificar e otimizar esta parte, já que a plataforma oferece uma variedade de opções personalizáveis de acordo com seus objetivos.

Por exemplo, digamos que o objetivo de uma de suas campanhas é o reconhecimento da marca. Este tipo de anúncios apresenta a oportunidade perfeita para mostrar a cultura por trás dos bastidores de seu negócio e a equipe que o torna possível.

Entretanto, se seu objetivo é aumentar o tráfego em seu website, então seus anúncios de campanha terão uma aparência muito diferente e terão elementos como um CTA. A criação do conteúdo depende de você, mas através de opções avançadas de segmentação e acompanhamento do desempenho de seus anúncios, o Facebook garante que seu anúncio tenha o melhor desempenho possível, alcance as pessoas certas e se torne memorável na mente de seus clientes.

As redes sociais são mais uma forma de atendimento ao cliente e são mais um canal de comunicação com seu público, portanto todas as consultas que você recebe através delas, contêm informações úteis para você.

As marcas que transmitem confiança a seus públicos são porque esclarecem as dúvidas dos usuários e respondem rápida e adequadamente às perguntas que são feitas.

O fato de um cliente perguntar nas redes sociais sobre o preço ou outro aspecto de um produto, denota que ele tem interesse no mesmo.

Da mesma forma, se os usuários colocam problemas ou perguntas para ajudá-los a resolvê-los, isso também indica que eles estão remando na direção certa.

Portanto, receber consultas através de redes sociais é um sinal de que sua estratégia está funcionando bem.

Gerando engajamento ou um alto grau de comprometimento com a comunidade é um dos maiores desafios de sua estratégia de mídia social.

Saber o nível de envolvimento que você tem com sua comunidade é importante, por isso é uma métrica que deve ser obtida regularmente.

Uma das maneiras de calcular o envolvimento é dividir a quantidade de interações com o conteúdo pelo número de seguidores ou fãs.

CONCLUSÃO

Agora que você sabe, reveja, analise e meça os elementos-chave dos quais falamos anteriormente, pois a partir da análise deles você será capaz de deduzir se sua estratégia de rede social é um sucesso ou se você tem que tomar algum tipo de ação corretiva.

O importante é estar atento às mudanças que ocorrem e fazer as medições correspondentes para identificar possíveis falhas no tempo e corrigi-las.

Espero que você tenha achado este artigo interessante, por isso o convido a compartilhá-lo com seus seguidores e, se desejar, a nos enviar seus comentários. Gostaríamos muito de ouvir de você.

 

Deixe uma resposta

José Limardo

José Limardo

Escrito por

mais notícias

76% do Google & Facebook Orçamentos são Sorridos

Nós podemos ajudar você:

Você precisa de crescer seu negócios?

Sobre nós

Receba postagens por e-mail

Seja o primeiro a saber quando publicarmos um novo post no blog!

Participe de nosso blog e obtenha as melhores percepções de marketing digital, estratégias e dicas entregues diretamente em sua caixa de entrada.

>
pt_BRBR
Consultor

Como podemos ajudá-lo?

Ligue-nos +1 (305) 447-7060

Ao clicar em Contate-Nos botão você concorda com nosso Privacy Policy

Contate nossa equipe

Fale com um especialista em resultados!

Ao clicar em Enviar para botão você concorda com nosso Privacy Policy

Receba minha proposta grátis

Fale com um especialista em resultados!

Ao clicar em Enviar para botão você concorda com nosso Privacy Policy

Obrigado!

Tudo parece ótimo.

Estamos entusiasmados para começar, vamos escolher um momento em que possamos falar brevemente sobre seu projeto.